A paz do Senhor, irmão.

[desabafo]

Acho que como eu, todo mundo deve estar encabulado com o jeito que o tempo está passando rápido, acompanhado de muitos acontecimentos.

Estava pensando aqui e me lembrei que daqui quase um mês a Maitê faz aniversário de novo, o que fez a minha ficha cair de que farei um ano de ordenação. Na verdade, às vezes tenho a sensação de que já são cinco anos .

Ok. Não precisa dizer as clássicas frases: “Muita coisa ainda vai acontecer”, “Você nem sabe as dificuldades que te aguardam ainda”, “Os sonhos de Deus vão se cumprir” etc etc. Quer saber? Eu creio e sei que no ministério nem tudo são flores, aliás, quase nenhuma parte do todo são flores! Ser pastor é persistir, é ter de se arrastar quando não se consegue mais correr, é estar sozinho muitas vezes, investir em gente durante meses e ela simplesmente virar as costas sem dar tchau assim como investir em pessoas que vão continuar ali, sentados todos os cultos no mesmo lugar, falando, falando sem levantar uma palha pra mudar uma situação. Ser pastor é ver vidas sendo transformadas depois de três, quatro tropeços inesperados. É apartar situações ser pacificador e outras coisas bonitas de se listar…

Há uns dias atrás pensei seriamente no motivo de ter me envolvido tão cedo no ministério. A gente passa por algumas coisas que são conseqüências do nosso SIM pra Deus, e isso não é ruim, contando que se creia no “eterno peso de glória” e que “o trabalho não é em vão”. Interessante é que muitos pastores com os quais tenho conversado, passam pelas mesmas situações, todo mundo só muda de endereço. “Quem gosta de crente, minha filha, é Jesus”, me disse minha tia que também é pastora nas minhas últimas férias. E é a mais pura verdade. Graças à graça de Deus somos capacitados a não subir no pescoço do irmãozinho quando a gente acha necessário, mas amá-lo e ainda ter compaixão, como o próprio Deus.

RJ - 2007

O que quero nesse post, na verdade verdadeira, é me dar o luxo de dar uma de ‘apóstolo Paulo’ e dizer algumas coisinhas sobre a igreja e seus pastores. Ou sobre o clássico contemporâneo Igreja X pastores, ou ‘ sou pastor e agora?’ …rs sei lá. Antes de tudo queria deixar bem claro que não lidero um sindicato de pastores e por isso não estou defendendo minha classe, ok? E Oh, nada pessoal, viu?! Sei que assim como Jesus disse que havia bodes no meio das ovelhas há também os criadores de bodes disfarçados de pastores. E indiretas não é comigo, ainda mais por um blog! rs

1 – A Igreja Primitiva é o exemplo padrão que temos hoje de como a igreja deve acontecer na terra. Na leitura de Gálatas me deparei com um versículo interessante:

Gálatas 6:6

“Faça participante de todas as coisas boas”. Eu não sei por que, mas tenho a sensação que as pessoas acham que quando o pastor chega em casa,  senta em um trono angelical em frente a TV para assistir estudos bíblicos gravados em DVD, vindos diretamente do céu, ou então que sempre está ocupado o suficiente para nunca ter tempo para um futebolzinho na quart-feira, churras no fim de semana ou um cineminha na quinta-feira.

Quando Paulo fala de boas coisas ele não está se referindo a seus $$dólares$$. Ele está dizendo o seguinte: Faça seu pastor se sentir mais um do rebanho de Cristo, ou, permita que ele aproveite as coisas boas da vida com você.

2 – Quanto ao temor do Senhor, a gente fala muito e faz pouco. Não me refiro aqui às coisas óbvias, que deveriam ser feitas simplesmente por educação, como não ficar ‘ziguezagueando’ na igreja enquanto alguém prega, não conversar sobre a novela das 8 ou o futebol durante o culto ou não deixar o filhinho fofinho correndo e gritando na igreja como se estivesse competindo uma maratona com os amiguinhos. Isso tudo é óbvio.

Refiro-me a atitudes que se tornaram normais:

*A primeira delas questiono com Efésios 4:11-16, onde está bem clara a diversidade dos dons e como todos eles trabalham e se encaixam como juntas, auxiliando os outros.

Efésios 4:16

Alguém então poderia me responder por que nós sempre somos a fôrma perfeita, na qual o outro tem que se encaixar em tudo: personalidade, temperamento e se possível fisicamente? Foi Deus quem escolheu fazer assim, e se existe uma fôrma, ela é Jesus, e ponto final. Livre a sua língua de críticas infinitas e trate de se encaixar em Jesus, auxiliando a outra junta a fazer o mesmo.

*A SeGUnDA delas é uma situação desagradável, e que espero que aconteça só na minha igreja rs:  o culto demora 30 minutos a mais pra acabar e o pastor recebe seis ligações reclamantes no outro dia. Ou então, o pastor prega 1:15h, ao invés dos habituais 45 min e o povo começa a se remexer na cadeira e ainda comentar com o vizinho.

“Meo filho”: Paulo pregou uma madrugada inteira e a igreja permaneceu firme ouvindo. Fico pensando como era a vida dos crentes Puritanos. Pregações de até 6 horas de duração. Se você quer alguma coisa “fast”, vá ao Mac Donalds peça um Big Mac, e deixa Deus falar o que ele está querendo com a igreja.

E mais uma: se você acha que seu pastor ou quem quer que esteja pregando já falou demais sobre determinado assunto preste atenção se Deus não está repetindo e repetindo pra ver se sua ficha  cai, irmão. A pior coisa que existe quando a gente vai buscar do Senhor algo pra ministrar pra igreja e ele simplesmente não fala nada de novo, propositalmente, é ter que pregar a mesma coisa, e saber que alguns ouvintes estarão com cara de limão ou fome durante o sermão.

* E em último lugar: No dia da ordenação pastores não ganham bolas de cristal nem aparelhos de audição a longa distância! Se você não está bem, ligue para seu pastor. Se você acha que uma coisa não está legal, converse com ele e não com o vizinho que concorda com você. Outra coisa ruim no ministério é fazer uma coisa achando que está agradando mas que, na verdade, não está agradando a ninguém.

Resumindo?

Encontre seu lugar no Reino de Deus, e apesar dos contras, servir o Reino servindo aos irmãos é uma benção!

E parabéns pra quem leu até aqui. Escrevi pra compensar os dois meses sem post! Rs

Paz de Cristo.

Anúncios

Sobre Mari Veiga

Oi! Tenho 27 anos, sou pastora evangélica, Bacharel em Teologia pelo Seminário Teológico Carisma e pela Faculdade Unida. Também sou teacher! Dou aulas de inglês e amo fazer isso! Sou casada com um cara charmosíssimo e, juntos, somos discípulos de Jesus. Moro em Palmas, no Tocantins. Se quiser falar comigo, mande e-mail para mariannaveiga@hotmail.com
Esse post foi publicado em Eu e Deus. Bookmark o link permanente.

15 respostas para A paz do Senhor, irmão.

  1. Rafael Bauth disse:

    Saudações Mari,

    Acho que essa dificuldade de trabalhar com o outro está presente não apenas na vida Pastoral como em várias profissões (acho que quando começar a advogar ainda vai ter vontade de estrangular algum cliente que omita algo do caso pra você!).

    Podemos pensar que, seja Pastor, terapeuta, coach, médico, nutricionista e etc., o auxílio ao outro é fundamental. O problema é que a nossa ansiedade pode interferir e nos fazer olhar com nossos olhos para a pessoa em questão, quando na verdade temos uma perspectiva bastante limitada. O que temos que refletir é se chagamos com a “receita de bolo” pronta, e daí todos tem de engolir a mesma coisa, ou se a nossa atuação precisa partir de uma boa leitura da pessoa e de suas reais necessidades (não que você tenha dito o contrário, gostaria apenas de sugerir essa reflexão que se encaixa no assunto, ao meu ver).

    no mais um grande abraço, continue com o blog, está ficando bem legal! :)

    • Mari Veiga disse:

      Com certeza, Rafa. Como a gente costuma dizer, ‘mexer com gente é difícil’. Escrevi acerca do ambiente ‘eclesiástico’ porque é a minha realidade e da maioria dos leitores…mas a gente sabe que em todas as esferas isso acontece! Concordo quando você diz a respeito da ‘receita de bolo’ pronta. É preciso se colocar no lugar dos outros pra entender o que se passa na sua cabeça e o porquê da sua reação. Como dizem por aí,essa proesa é pros fortes. Alguns não conseguem, não tanto por culpa da ansiedade, ao meu ver, mas pelo egoísmo mesmo, de querer que as pessoas pensem como nós.
      O texto publicado, como diz a primeira linha, é um desabafo já antigo, de uma determinada situação, que nem me lembro mais, mas que prefiro deixar registrado, pois, uma hora ou outra pode significar algo para alguém!
      Abração amigoo! Saudades de papear contigo!

  2. May =) disse:

    Aff era pra esse texto o comentário, rsrs.. ainda não li o outro hsauhsauhsuahus

    Mas, então neh.. O texto é mto de Deus (como disse a Luzinha) maaaaaasss… é Veigaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!! rsrsrs Consigo imaginar até as caras e bocas que vc faria se estivesse falando essas coisas!! rsrsrs

    bjo enorme!

  3. Ana Pereira disse:

    As vezes fico me perguntando o que muita gente faz na igreja? Sera que se cansaram do pagode, de mal cheiro do cigarro, da cerveja, etc, etc… Sera que so por isso vinheram para a igreja? Quando aceitei Jesus achei que nao ia suportar viver sem fazer nada mais em muito pouco tempo descobrir que as igrejas estao cheias de coisas pra fazer e mais ainda de pessoas que nao as querem fazer, meu Deus quantas vezes olho pra Jesus e peço sabedoria pra: não subir no pescoço do irmãozinho quando a gente acha necessário, mas amá-lo e ainda ter compaixão, como o próprio Deus. Só Jesus mesmo em nossas vidas pra nos ensinar a amar quando temos vontade de esbofetear “no bom sentido claro” dizer ei Jesus te colocou aqui pra dar frutos, pra realizar e não pra ficar plantado como couve sendo desfolhado e esperando o caule secar, mas não podemos dizer isso assim com essas palavras, mas as vezes fico indiguinada. Desculpa, mas é isso. Mari vc é de Deus em nossas vidas sempre sabia e com uma palavra de conforto em meio as lutas… Amo vc.

  4. gabrielathome disse:

    A paz querida ,
    saudades de você .
    Tô acompanhando seu blog , continue escrevendo , pois você é muito boa nisso ! :D

    beeeijo:*

  5. Stellinhaa disse:

    êeeeee
    Parabéns pra mim! li tudimmm…srsrsr
    Glória a Deus amiga… é isso aí!
    Que seja assim…
    A Verdade sendo dita e VIVIDA!!
    Amo sua vida!!

    bjocaaa marocaaa!!!

  6. moretti disse:

    oi mari, lembra de mim? marcelo moretti…de sao paulo…nos falávamos sempre pelo msn…hehehe
    sempre que possível leio seu blog…bem interessante ele por sinal…bom saber que vc está firme no caminho de Deus…

    saudades das nossas conversas bobas!

    beijo!

  7. Osvaldinho..Bozinho disse:

    Eita jeová em “tcheos coro”..Kkkk..

    Eh bom desabafar as vezes..

    Assim..eh bom ler o desabafo dos outros..rs

    Gostei da frase da sua tia..rs..”Quem gosta de crente…”

    Kkk..figura mesmo..

    Soh o Senhor pra nos moldar..Amassa a massa e faz um crente

    de pizza ou de Mac Donald’s..Aff..é muita onda crente véio!!

    Que Deus abençoe vc mais e mais..Bjjoo

  8. paulo machado disse:

    Pastora Mariana,

    Acredito em tudo que escreveu neste post, pois já sou crente de berço, afastado por 20 anos do convívio cristão e recuperado a pouco mais de três anos, graças a Deus que tocou meu coração e também usou minha linha Ithala para dar uma forcinha.
    A vida seja ela crista (os ditos Crentes) não é fácil mesmo, pior a de um pregador, pastor, missionário, falar as pedras, aos bancos, falar as paredes, e às vezes algum ser humanos ouvir.
    Bem, lembrando ouvir, não significa crer, aceitar, mas muitas vezes somente criticar.
    Agora se lembre a vida Crista não é fácil mesmo, por isto o espírito santo deve nos capacitar e nos dar principalmente discernimento, mas muita, muita unção.
    AMEM pelas palavras e por entender que o pastor também é um ser humano como outro qualquer e não um Super homem ou woman, certo?
    Que Deus continue a te dar Palavras e te dar inquietação e também incomodar muito, para que não fique igual aos acomodados.

    A paz do senhor,
    Paulo machado e Ithala Machado

  9. Lillian Barros disse:

    Palavra abençoada, fico muito feliz em ver q conheci uma menina em Bh e essa Menina tem sido usada por Deus! Dus abençoe!

  10. Sonia disse:

    Amiga. Vou ser sincera. Pra mim ja foi a epoca que pregavamos pra uma mesma pessoa por anos e anos ate que ela viesse a se converter. Hoje em dia depois de uma pregacao de 45 minutos ja fazemos o apelo e quem quer aceita, quem nao quer pode ter perdido a ultima chance.
    Entao sinceramente para de ficar se preocupando com crente velho que nao quer compromisso. Ou melhor esses que se dizem “crentes”. Porque pra mim esses sao como lobos.
    Digo isso sem hipocrisia, olhando pra traz e lembrando de mim mesma e da misericordia do Senhor para comigo.
    O proprio Deus teve compaixao sim, mas dos que tiveram arrependimento genuino. Cuidado para nao estar sendo enganada pelos falsos e repetitivos : ” I am really sorry!!!”
    Lembre-se: E o espirito santo que convence. nao nos.
    Que voce consiga ser uma pastora firme. Firme nas suas atitudes pois assim o Senhor sera fiel para contigo.
    Amo vc e admiro sua coragem por ter assumido tal responsabilidade tao cedo.
    Conta comigo.
    =)
    Bjos dessa familia que te ama

  11. luzinha disse:

    vou montar o fã clube..hehe

    Simplesmente de Deus o texto!

  12. edileusa disse:

    Parabéns Mari pelo desabafo pela coragem e pela sabedoria de encarar todos essas coisas com sabedoria. E o que eu to pedido pra o senhor nesses dias sabedoria e entendimento… ando meia assustada com tantas coisas gostei dessa frase,

    Graças à graça de Deus somos capacitados a não subir no pescoço do irmãozinho quando a gente acha necessário, mas amá-lo e ainda ter compaixão, como o próprio Deus.

  13. Queila Fais disse:

    Êêê \o/
    parabéns pra mim…rs

    altamente edificante…
    que a verdade seja dita…
    custamos muito a brir os olhos para certas ações óbvias de entendimento…porém que custamos a processar em nossa mente…rs

    kisss
    =*

  14. maitê disse:

    obrigada pelo parabéns por causa da leitura completa..
    ah, quem me dera pudéssemos ler isso para TODAS as igrejas, persistir no evangelho seria bem mais fácil!

O que você pensa sobre isto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s