Colecionadores pra eternidade

Alguém aí tem coleção de alguma coisa? Eu coleciono ímãs de geladeira (#ficadica pra quem quer me trazer um presente de viagem hihi). Não tenho milhares ainda, mas cada um tem um significado bem especial, de viagens que fiz, de queridos que me deram, de momentos legais. Uma forma de alimentar a nostalgia saudavelmente! O último queridinho é um que meu super-cunhado-descolado trouxe pra mim da Fifa World Cup Brazil. Dos EUA, do Brasil já havia acabado, mas a gente entende como sendo algo profético, né? hahaimãcoleção

Daí esses dias estava orando e Deus começou a me falar sobre coleções. Coisas que a gente estima muito, que a gente guarda com carinho e se esforça pra conseguir, só a gente tem e ninguém pode expressar por você o valor daquilo. Deus, através da vida de Jesus e do Espírito Santo, se mostra um deus que se revela, e que quer se relacionar. Quando nos relacionamos com alguém temos mais do que mera convivência, mas experiências que marcam. Então, me veio à mente um homem que foi um colecionador de experiências com Deus: Pedro, o pescador. Preguei um sermão esses dias sobre isso. Vou tentar resumir aqui as características de alguém que coleciona experiências com Deus:

1 Nunca está satisfeito com a normalidade

Querer mais, ir além, dar um passo a mais do que todos os outros. A passagem de Mateus 14:22-33 nos mostra o momento em que os discípulos estão em um barco, no meio da madrugada, e Jesus se aproxima andando por sobre as águas. Relata o desespero dos discípulos (imagina comigo 12 homens barbados gritando, aterrados de medo!).

Olhe os versículos 27 e 28:

mateus1427

Para 11 homens a história se resolveu aí. “Ah, ok, é Jesus, vamos voltar a dormir”. Mas havia um homem lá dentro, Pedro, que quis ir além, e para isso agiu. Ele sabia que era Jesus, já tinha visto, ouvido sua voz. Não pediu pra Jesus correr sobre a água, ou ir caminhando ao lado do barco até a praia. Era Jesus! Quando leio esse texto vejo Pedro desafiando a si mesmo. Ele não queria apenas ver Jesus atuando em seus milagres, ele queria ser parte disso, e foi o que fez, caminhou sobre o grande VEM de Jesus, começou a afundar, mas Jesus estava ali para socorrê-lo.

Homens e mulheres que tem experiências pessoais com Deus não vivem no mais-ou-menos. Eles desafiam a sua própria fé e agem para isso.

2Está atento aos sinais de Deus

Em uma das passagens que mais chamam minha atenção a Pedro é a de Mateus 16:13-20. Quando Jesus se revela como Messias, fundando a igreja. Ele se dirige a um lugar (propositalmente, assunto pra outro post!) levando os seus discípulos e lhes pergunta quem O POVO dizia que ele era. Um disse que diziam que ele era João Batista, outros que ele era Elias, e outro complementou dizendo que era um dos profetas.

Mas aí veio outra pergunta: “E vocês? Vocês aí, [que já andam comigo há alguns dias, que já me viram fazer alguns milagres, que conhecem as escrituras, que sabem como o Messias foi prometido* meus adendos!] Quem vocês pensam que eu sou?

A Bíblia não nos fala se ouve um intervalo de tempo, alguns segundos ou minutos, em que os discípulos ficaram pensando. Mas diz que alguém respondeu. E esse alguém respondeu sem titubear. Ele, como um bom judeu, conhecedor das promessas divinas sobre aquele que viria para libertar o povo e observador das atitudes, ou ‘sinais’ de Jesus, Pedro, disse: “Você é o Cristo, o Filho do Deus Vivo!”.

(Pra entender um pouco melhor sobre ‘os sinais’ de Jesus para se revelar como o Messias, ouça essa mensagem de Ed René Kivitz: O lado B dos milagres de Jesus)

Na nossa caminhada, muitas vezes Deus dá sinais de coisas que ele quer fazer, falar e mesmo depois de tanto ‘andarmos junto’ não sabemos ao certo quem Ele é, quais seus princípios e o que Ele está ou quer fazer. Como Jesus nos dá os sinais hoje? Através de sua Palavra e do mover do seu Doce Espírito. Se quisermos ter experiências com Deus precisamos amar profundamente a Bíblia e os nossos TSD (Tempo a Sós com Deus)!

3 Compartilha das maravilhas de Deus

Em Mateus 17:1-8 podemos ver que Pedro, Tiago e João participaram de um momento surpreendente na vida de Jesus. Subiam o monte Hermom onde ocorreu a transfiguração. Jesus tinha o rosto que resplandecia como o sol e suas vestes estavam brancas como a luz. Logo apareceram Moisés e Elias, o primeiro representando as Leis e o segundo os Profetas, revelando, segundo Russel Shedd, em sua Bíblia de Estudo, “a Jesus como a realidade gloriosa à qual a totalidade do Antigo Testamento apontava o cumprimento de toda a história da redenção.”  Isso faz todo o sentido para o contexto hebraico.

A bíblia nos conta que Pedro ficou tão maravilhado que queria ficar por ali mesmo, se oferecendo para construir uma tenda para cada um deles. Então veio uma voz do céu que testificava que Jesus era sim, o Filho de Deus. Reconhecido na terra pelos homens, através de Pedro, e confirmado pelos céus diante dos olhos do mesmo. Depois disso, o momento passou e eles desceram do monte.

Sim, e Jesus levou esses três discípulos pra que?

a)     (    )  Estava com medo de ir sozinho.

b)     (    )  Eles eram o quarteto fantástico, os best friends inseparáveis.

c)  (  ) Jesus precisava de alguém que entendesse e  compartilhasse dessa experiência.

Letra C? Resposta eeeeee…….xata! Em 2 Pedro 1: 16-18 Pedro diz assim:

IPedro1

Jesus não levou os 12. Ele levou três. Gente que Ele sabia que guardaria aquela experiência no coração e compartilharia. Quer ter experiências com Jesus? Seja uma pessoa disposta a compartilhar o que tem vivido e aprendido, mesmo nos momentos difíceis. Gente que quer ser usado por Deus precisa abrir mão de sua reputação e de grande parte de sua privacidade. O que nós vivemos em Deus SEMPRE é pra edificar vidas, NUNCA para guardarmos pra nós mesmos, nos fazendo superespirituais.

4 Ser humilde para recomeçar

Pedro, segundo a bíblia nos relata, foi um dos discípulos mais intensos no sentido de participar, falar, perguntar e ‘dar a cara a tapa’. Levou algumas broncas de Jesus, agia com o seu jeito sanguíneo, respondia. Em resumo, não tinha MiMiMi.

Em uma passagem conhecida, relatada em Mateus 26:31-35, Jesus avisa a Pedro que este o negaria,e não apenas uma, mas três vezes. Depois disso, Jesus seguiu com todos os discípulos pro Jardim do Getsêmani, lugar onde seria preso, e disse para todos que aguardassem, pois iria orar. Quando foi para seu lugar de oração Jesus chamou os mesmos três consigo: Pedro, Tiago e João. E fica a pergunta: Como assim Jesus escolhe pra estar consigo no seu momento de mais profunda agonia um homem que o negará em poucas horas? Boa pergunta. A maioria de nós evitaríamos uma pessoa dessa ‘raça’. rs

Mas Jesus via algo em Pedro.

Jesus foi preso, e Pedro o seguiu em todo o trajeto, no meio da multidão, escondidinho. Até que três vezes foi reconhecido e três vezes negou.

mateus2675

Depois disso o nome de Pedro some da história. Judas, o traidor, cheio de remorso se suicida. E Pedro? Seu nome reaparece em Atos, no capítulo 1, reunido com os irmãos da igreja, depois de terem estado com o Cristo ressurreto durante 40 dias. A Bíblia não relata, mas imagino qual foi a reação de Pedro a ver Jesus novamente. Vergonha? Timidez? Euforia? Não interessava mais, ele sabia que ele era o Messias. Errou? Errou! Mas não desistiu da promessa de ser pescador de homens por causa disso.

Em atos 2, depois que o Espírito Santo enche a Igreja, deixando o povo que estava na cidade confuso  sem saber o que acontecia, o primeiro a se levantar foi Pedro. Aquele que negou a Jesus, mas que, cheio do Espírito e convicto do seu chamado, explicou, pregou o evangelho, tendo a comunidade cristã um acréscimo de quase três mil pessoas.

Aí eu te pergunto: Como você reage quando, apesar de ter tantas experiências com Jesus, você falha? Precisamos ter duas posturas em nosso coração, assim como Pedro: arrepender-nos entendendo que o perdão de Deus está disponível, e ter pulso firme para continuar a lutar, fazendo o que fomos chamados pra fazer.

______________

Depois de refletir sobre tudo isso, cheguei a conclusão que as pessoas podem colecionar tudo; cartões, ímãs, viagens, carros etc. …a única coleção que vai conosco para a eternidade é a que temos de experiências com o Senhor. Naquele grande Dia e durante a Eternidade quero poder sentar com o meu Rei e me lembrar com alegria no coração, dos momentos e feitos que vivemos juntos, enquanto eu estava na minha vida terrena!

Espero que essa meditação tenha te abençoado como me abençoou!

Abraços,

Mari Veiga

 

 

Anúncios

Sobre Mari Veiga

Oi! Tenho 27 anos, sou pastora evangélica, Bacharel em Teologia pelo Seminário Teológico Carisma e pela Faculdade Unida. Também sou teacher! Dou aulas de inglês e amo fazer isso! Sou casada com um cara charmosíssimo e, juntos, somos discípulos de Jesus. Moro em Palmas, no Tocantins. Se quiser falar comigo, mande e-mail para mariannaveiga@hotmail.com
Esse post foi publicado em Devocionais, Eu e Deus e marcado , . Guardar link permanente.

O que você pensa sobre isto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s